O que é Alecrim?

  • April 18, 2019

O alecrim é uma erva medicinal que está entre as mais conhecidas no mundo juntamente com a planta canela de velho que ajuda eliminar as dores nas pernas. É uma erva utilizada a milhares de anos, tanto para remédio como na culinária.

É um arbusto originário do mediterrâneo cultivada em terrenos arenosos e calcários. Ele é resistente às pragas e não necessita de muitos cuidados nem manutenção. Mais um motivo pelo qual se difundiu facilmente.

O alecrim também é muito conhecido nos meios esotéricos, pois seus benefícios estão relacionados a questões espirituais como coragem, confiança e animo. Suas flores azuis proporcionam bem-estar e são muito utilizadas como presente. 

A fama do alecrim também se deve a sua história popular. Diz a lenda que o alecrim possui um atributo divino pois quando Maria foi para o Egito levando o menino Jesus, no caminho todas as flores se abriam orgulhosas de sua beleza. O alecrim não possuía nenhum encanto e então lamentou o fato. Maria cansada, parou a beira de um rio para lavar as roupinhas do menino. Enquanto procurava um lugar para estender viu que o lírio era muito fraco, outras plantas eram muito altas. Quando viu o alecrim achou perfeito pois seus galhos sustentaram as roupinhas do seu pequeno. Ao estender as roupas ela abençoou o alecrim com lindas flores azuis e um aroma que emanavam alegria.

Benefícios do alecrim:

  • Agiliza a digestão

Se consumido após as refeições auxilia no processo digestivo, combate a azia e flatulência.

  • Antibiótico natural

O alecrim possui ação antibiótica e age com eficácia contra as bactérias que causam infecções urinária, diarreia e vômitos.

  • Diurético

É um diurético natural usado em dietas para diminuir a retenção de líquidos aumentando a produção de urina, estimulando o corpo a eliminar as toxinas, proporcionando a melhora da saúde.

  • Diabete

O uso do chá, tem se mostrado de grande ajuda para controlar o diabete, pois baixa o nível de glicose. O uso do chá, não dispensa a dieta indicada bem como as medicações orientadas pelo médico

  • Inflamações

Esta planta medicinal auxilia também a combater inflamações. Alivia desconforto, edemas, dores nos joelhos, tendinite e gastrite.

  • Gripe e tosse

Elimina o vírus da gripe além de aliviar a tose devido a sua ação expectorante.

  • Fígado

Melhora o funcionamento do fígado proporcionado alivio das dores de cabeça que são resultados dos excessos cometidos na ingestão de bebidas alcoólicas ou alimentos gordurosos. 

Se você quer saber um pouco mais sobre o alecrim, assista o vídeo abaixo:

Qual a melhor cinta pós-parto?

  • March 15, 2019

Embora ainda não seja uma prática muito comum, a verdade é que muitas listas de enxoval atualmente já incluem uma cinta pós-parto. No entanto, antes de pedir ou comprar uma, é importante saber qual a melhor cinta pós-parto do mercado hoje.

O fato é que mesmo que você não encontre esse item numa lista de enxoval, certamente você ter uma amiga ou conhece alguém que já usou uma cinta pós-parto!

No entanto, a gestação é, com certeza, um período de muitos questionamentos, o que faz com que muitas mulheres se perguntem, se precisa mesmo usar a cinta ou qual a melhor cinta pós-parto.

Então, se você quer saber um pouco mais sobre qual a melhor cinta pós-parto, continue lendo e entenda um pouco melhor as opções. Vamos lá?!

Como funciona a cinta pós-parto?

A primeira coisa que precisa ser dita é que a cinta para pós-parto é recomendada comumente pelos obstetras. No entanto, ela não tem nada a ver com recomendações médicas e com colocar o “útero no lugar”, como muitos dizem por aí.

Ela também não serve para o corpo “voltar para o lugar mais rápido” ou para “a barriga desinchar mais de pressa”. Nada disso

A grande verdade é que a principal função da sinta é aumentar o conforto da mulher depois do parto.

É muito simples de entender! Imagine que a mulher passou 9 meses com um bebê na barriga, sendo que os últimos meses ela tinha uma barriga enorme.

Então, de uma hora para a outra, o barrigão simplesmente sumiu e seus órgãos internos se encontram meio “soltos”, dentro da cavidade abdominal.

Claro que aos poucos eles vão voltando aos seus devidos lugares e tudo volta a ser como era, o que não tem a ver com emagrecer, viu?! No entanto, no período logo depois do parto, é muito normal sentir um desconforto grande e o uso da conta ajuda a minimizar isso!

Isso tudo sem falar nos casos de cesariana, nos quais o uso da cinta ajuda muito a dar mais segurança para que a mulher possa se movimentar, levantar, tossir e etc.

Isso porque tanto os movimentos bruscos quanto os do dia a dia mesmo podem causar medo nas mamães que estão cheias de pontinhos na barriga. Isso é normal.

Justamente por isso que o uso da cinta pós-parto é tão benéfico e pode ser tão vantajoso.

Dito isso, vamos conhecer qual a melhor cinta pós-parto que existe atualmente.

Afinal, qual a melhor cinta pós-parto?

Como você deve imaginar, o que não faltam são opções de cintas pós-parto no mercado atualmente. o fato é que não existe uma melhor, visto que vai depender muito de como cada mulher se adapta e quais suas preferências.

Justamente por isso, o mais importante de tudo é conhecer os modelos disponíveis, para que seja possível entender as possibilidades e escolhe qual a melhor cinta pós-parto para você e suas necessidades.

Então, vamos conhecer os modelos mais comuns:

  • Cinta pós-parto sem abertura e modeladora

Esse é um modelo que começa abaixo dos seios e vai até o joelho, causando uma leve compressão. Ela é feita normalmente em microfibra e elastano e é como se fosse uma bermuda, mas com a cintura bem alta.

Esse não é um modelo muito indicado, pois, como não possui abertura, pode acabar dando bastante trabalho para colocar e tirar a cada vez que você for no banheiro, por exemplo.

Além disso, por ter pernas mais longas, pode não ficar bem com qualquer roupa que você escolher.

  • Cinta pós-parto com abertura

Algumas cintas são excelentes pois possuem abertura na vagina, para facilitar as idas ao banheiro, por exemplo, e ainda possuem abertura na barriga, o que facilita na hora de vestir e tirar a cinta.

Além disso, existem modelos “sem pernas” que ficam bem com qualquer tipo de roupa que você decida usar.

Existem também os modelos que possuem cintura alta e perninhas, mas também têm uma abertura na vagina. A escolha é toda sua!

  • Calcinhas pós-parto

Embora são sejam as mais indicadas para logo depois do parto, existem calcinhas de cós alto, com compressão moderada, que podem ser utilizadas para os meses seguintes ao parto.

O mais importante é que a calcinha tenha uma cintura alta e que a parte da gente seja mais reforçada, para ajudar na sustentação.

Por fim, vale lembra que para escolher qual a melhor cinta pós-parto, ela não deve apertar você, nem causar desconforto. Muito pelo contrário, ela serve é para deixar você mais confortável no pós-parto.

Além disso, a dica na hora e escolher é sempre comprar o tamanho que você usava antes de engravidar. Assim, ela ficará mais justa nos primeiros dias, mas depois vai se adequando.

Além disso, o mais importante de tudo é sempre optar por modelos que você seja capaz de vestir e de tirar sozinha, pois nem sempre você vai ter alguém para ajudar. Pronto, agora você já conhece as diferenças entre as opções do mercado e já pode escolher qual a melhor cinta pós-parto. Aproveite essas dicas e boa hora!

Cuidados com a cinta pós parto